By Mariana Pessoa • May 7, 2020

Veterano da indústria do fitness especialista em começar de novo

Escrito por Brent Darden, diretor da Brent Darden Consulting.

COVID-19... Essa palavra diz tudo agora.

Líderes de todos os níveis das organizações são desafiados em um cenário instável e navegando em território desconhecido. Decisões significativas sobre a comunidade, os negócios, os funcionários e os membros são exigidas diariamente. Nesse contexto, talvez mais do que nunca, o sentido da liderança é fazer a coisa certa na hora certa.

Essa terrível crise nos lembra que existem coisas mais importantes do que possuir e administrar uma academia. A saúde e o bem-estar das pessoas em todo o mundo não são uma novidade para o mercado – é apenas uma voz mais alta, mais ampla e mais urgente.

Ao mesmo tempo, oferece uma oportunidade rara e única de se avaliar a proposta de valor dos nossos negócios e rever a forma como realizamos as coisas grandes e pequenas. Existe um amplo consenso de que o futuro das academias será alterado para sempre. Essa previsão é contrabalanceada com a realidade de que, embora possa haver alguma mudança relacionada à forma como os serviços são prestados e precificados, as academias retornarão essencialmente às práticas tradicionais.

Lembre-se que todos os especialistas já pensaram que viagens aéreas nunca mais seriam as mesmas após o 11 de setembro, e as companhias aéreas alçaram números recordes nos últimos anos.

A forma exata como os estabelecimentos se adaptarão daqui para frente ainda não foi determinada e, sem dúvida, evoluirá e resultará em resultados inovadores que ainda precisamos considerar. Por exemplo: até hoje, oferecer um serviço de saúde além dos muros das nossas unidades era geralmente uma falha. Agora, tornou-se uma necessidade comum, que, como dizem, é a mãe de toda invenção.

Ao nos depararmos e anteciparmos a reabertura das portas das academias, junto aos clientes e equipe, aqui estão algumas coisas que você pode considerar durante esse padrão de retenção:

 

Você precisa reavaliar sua estratégia de negócios?

Você deve reinventar algumas áreas da sua academia, dobrar seus serviços essenciais, evitar as modalidades em que não consegue ser o melhor, etc?

 

A estrutura atual da sua marca se encaixa no seu plano para o futuro?

Pense na estrutura da sua marca - seu objetivo, visão, missão e valores. Você deve atualizar, modificar, adicionar ou simplificar?

 

Como você pode ser um líder melhor – e gerar líderes melhores?

Considere uma autoavaliação, e determine sistemas de feedbacks, desenvolvimento de liderança e programas de treinamento.

 

Suas opções de matrícula são apropriadas e estratégicas?

Avalie se suas opções de matrícula estão alinhadas às necessidades e tendências atuais. Talvez você deva consolidar novas opções, eliminar algumas categorias desatualizadas ou reformular outras (casal, família, empresa etc.).

 

Você deve interromper alguma fonte de lucro?

Existem ofertas que são "líderes de perdas" e, quando os custos indiretos são considerados, são viáveis?

 

Existem serviços auxiliares que você se arrepende de ter oferecido?

Pode ser sua chance de eliminar serviços desnecessários. Reavalie o serviço de toalhas, as comodidades dos vestiários, os tapetes de ioga, a água gelada e o café grátis com copos descartáveis.

 

Existem funcionários que podem não ser mais adequados à cultura da sua academia?

Antes de começar um novo processo seletivo, determine se algum funcionário ou contratado não está alinhado à sua cultura. Uma pergunta comum durante os seminários de equipe é: "Sabendo o que você sabe agora, você contrataria essa pessoa novamente?"

 

Os job descriptions de seus funcionários precisam ser atualizados?

Procure atualizar o formato, as responsabilidades principais, os novos resultados esperados, os compromissos de toda a academia, etc.

 

 

Suas formas de remuneração precisam ser atualizadas?

E os planos de remuneração com os quais você apenas "conviveu" ao longo do tempo, sabendo que havia discrepâncias, mas hesitou em propor outra solução? Você tem funcionários de longa data que se beneficiaram da fluência na remuneração e agora ganham mais do que o trabalho justifica? Considere estruturas de comissão para vendas, treinadores, profissionais de ensino etc.

 

Existem aulas ou programas “fracos” que podem terminar?

É hora de interromper algumas aulas ou programas de exercícios em grupo que estavam fracos e/ou atendendo a um público muito pequeno?

 

Existe algum equipamento que pode ser passado para frente?

Existem equipamentos cardiovasculares ou de força desatualizados que deveriam ter sido descartados anos atrás, mas foram mantidos para satisfazer uma minoria de clientes?

 

Os equipamentos difíceis de limpar podem ser removidos ou atualizados?

Considere remover ou ajustar equipamentos e superfícies difíceis de higienizar. Pense em cobertores de ioga, colchonetes para atividades em grupo, cordas para exercícios, cadeiras e bancos com coberturas de pano, etc.

 

Você começou a planejar procedimentos de limpeza mais intensos?

Você já começou a planejar procedimentos, políticas e sistemas que facilitem a higienização constante? Solicite produtos e dobre seu orçamento para esta categoria enquanto estivermos nessa condição.

 

Você mapeou a jornada do cliente para ajudar na higienização?

Você se beneficiaria de mapear o trajeto que o cliente faz na sua academia relacionada a segurança e saneamento? Quais são os pontos de contato, especificamente através do que os clientes estão tocando fisicamente? Por exemplo, check-in, abertura de portas, desinfetantes para as mãos, equipamentos e outras áreas de alto toque.

A situação atual é realmente terrível e deixará consequências em nosso setor, afetando academias e alunos. Muitos gestores estão preocupados em sobreviver de qualquer maneira possível, e com razão. Adotar uma mentalidade de que você passará por isso e prosperará quando terminar é um começo positivo. Pressionar o botão de redefinição e planejar seu renascimento ajudará a garantir um futuro de sucesso.