By Samantha Cortijo • July 8, 2020

Como proceder mediante a um caso de COVID-19 em sua academia

Novos casos continuarão a surgir à medida que mais pessoas se aventuram a sair de casa e que as empresas reabrem. Veja como se comunicar com seus clientes se alguém da sua academia testar positivo para o COVID-19.

As empresas estão começando a reabrir, em todo o mundo medidas de segurança estão sendo adotadas, como o distanciamento social e outras medidas. No entanto, mesmo com uma curva achatada, a disseminação comunitária de coronavírus permanece em vários lugares, e sabe-se que o COVID-19 pode se espalhar entre as pessoas manifestando sintomas leves ou até mesmo inexistentes. 

Isso significa que novos casos continuarão a surgir à medida que mais pessoas se aventurarem a sair de casa, e é possível, até provável, que um caso positivo seja identificado entre os visitantes da sua academia. 

 

A comunicação é essencial 

Se isso acontecer, é importante responder com rapidez e transparência. As academias podem ser alertadas sobre um caso positivo ou presuntivo de COVID-19 pelo próprio membro ou por alguém que esteja realizando o rastreamento de contato. 

O rastreamento de contato é uma estratégia primária que as autoridades de saúde usam para conter doenças. Isso implica identificar todas as pessoas com as quais uma pessoa infectada entrou em contato e que foram potencialmente expostas, monitorando esses indivíduos. Se contatados por um rastreador de contato, eles deverão fornecer recomendações de como proceder. No entanto, você ainda pode querer contatar as autoridades estaduais e locais. 

Ao ser alertado pelo membro, a primeira coisa a fazer é entrar em contato com as autoridades de saúde estaduais e locais. É importante entrar em contato com os dois - o departamento local pode ser mais fácil de contatar, mas, em última análise, você precisará seguir as orientações e as recomendações estaduais. As autoridades de saúde estaduais e municipais irão instruir como a academia deve proceder em seguida. 

De qualquer forma, é importante que a academia comunique imediatamente aos sócios, funcionários e membros. Esse comunicado deve abranger as seguintes considerações: 

1. Um membro da academia testou positivo para coronavírus. Certifique-se de não revelar nenhuma informação de identificação que viole a privacidade da pessoa. 

2. O que você já fez e fará a seguir. Reitere sua política de limpeza atual e especifique as medidas adicionais a serem adotadas, como o fechamento da academia para limpeza extensiva ou a adoção de mais políticas de limpeza, distanciamento social ou triagem. Lembre-se, um aluno com um caso positivo de coronavírus não significa que a exposição ocorreu necessariamente dentro do ambiente da sua academia. 

3. O que as autoridades recomendaram que você faça a seguir. Se as autoridades de saúde não tiverem uma recomendação imediata e você desejar se comunicar rapidamente, informe aos alunos que você está em contato com as autoridades de saúde estaduais e locais e que você seguirá as recomendações. 

 

Sua academia pode desempenhar um papel no rastreamento de contatos 

Em alguns estados, a capacidade de auxiliar o rastreamento de contatos é necessária para reabrir. 

As orientações do estado de Rhode Island (EUA) exigem que as academias coletem informações de rastreamento de contatos de funcionários e associados para retomar os negócios, enquanto as orientações do estado de Ohio (EUA) determinam que se estabeleça um processo de login para associados e clientes, mantendo essas informações para uso no rastreamento de contatos.  

A maioria dos países do mundo já emitiu ou planeja emitir protocolos de reabertura de negócios, incluindo rastreamento de contatos. Um exemplo é o "protocolo de segurança do retorno ao trabalho" da Irlanda, que abrange todos os tipos de empresas, incluindo clubes de esporte e academias. 

Para o COVID-19, de acordo com a orientação dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, o rastreamento de contatos envolve entrar em contato com todos que uma pessoa positiva do COVID-19 entrou em contato 48 horas antes do início dos sintomas (ou, no caso de uma pessoa assintomática, dois dias antes de um teste positivo). Contatos próximos são definidos como pessoas que passaram pelo menos 15 minutos a um metro e meio de distância de uma pessoa positiva para COVID-19. O contato próximo também pode incluir ser tossido ou espirrado por uma pessoa com COVID-19. 

Alguns estados estão mobilizando grandes equipes de rastreamento de contatos à medida que as economias reabrem. Se um caso positivo for identificado na sua academia você poderá ajudar nesse processo, determinando se a pessoa estava no local durante um período em que se considerava contagioso e usando o software de check-in para reunir uma lista de pessoas que estavam na academia ao mesmo tempo que a pessoa infectada. Você também deve identificar os funcionários com os quais eles entraram em contato durante os períodos em que estavam na academia sendo potencialmente infecciosos. 

 

Você pode consultar a cartilha do ACAD Brasil para encontrar algumas medidas de controle e limpeza na reabertura da sua academia clicando aqui