By Mariana Pessoa • June 17, 2020

Como os fornecedores e academias da IHRSA se manifestam contra o racismo

Nas últimas semanas fomos movidos pelo chamado para se manifestar contra as injustiças raciais da sociedade que varreram os EUA e outros países ao redor do mundo. Como associação comercial global e empregadora, nós da IHRSA passamos esse tempo ouvindo e aprendendo. Há um longo caminho a percorrer e muito a aprender. Como disse a Gold’s Gym em seu posicionamento, “o racismo não tem lugar em nossas academias, comunidades ou país”. Diante disso, acrescentamos que o racismo ou qualquer tipo de discriminação não é permissível em nosso grande setor. Há 40 anos, a IHRSA defende os direitos das pessoas de todas as origens e habilidades para melhorar a sua saúde e bem-estar nas academias. Continuaremos a lutar por esse direito à medida que desenvolvermos uma melhor compreensão das barreiras que os negros enfrentam dentro da indústria do fitness.

 

Ao criarmos uma estratégia mais ampla sobre diversidade e inclusão, estamos trabalhando para colocar em destaque as academias e fornecedores que integram a IHRSA e que estão fazendo a diferença ao se posicionarem. Abaixo estão apenas alguns dos exemplos deles. Esperamos que juntos continuemos esse diálogo e trabalhemos para criar um futuro melhor.



Anytime Fitness

No 1° de junho, a Anytime Fitness compartilhou uma declaração em seus canais de mídias sociais, dizendo:

“Queremos que vocês saibam – nossos queridos clientes, treinadores e comunidade – que acreditamos que a injustiça racial é errada e que apoiamos as comunidades negras, indígenas e pessoas de cor.”

A empresa também se juntou a outras pessoas no #BlackOutTuesday e compartilhou uma imagem completamente preta para mostrar apoio.

 

Crunch Fitness

A Crunch Fitness anunciou que doará para a Equal Justice Initiative, uma organização sem fins lucrativos que trabalha para acabar com o encarceramento em massa, as punições excessivas e a desigualdade racial.

Em uma declaração, o CEO Jim Rowley escreveu: “Nosso trabalho nesta questão não é temporário. Estamos comprometidos em implementar essas mudanças a longo prazo e adicioná-las à medida que reabrimos nossas academias. E é nosso compromisso com nossos colaboradores, clientes e comunidades que permaneceremos apoiando a população negra para resolver esses problemas e nos tornarmos as mudanças que buscamos.”

 

Gold's Gym

A Gold’s Gym anunciou que está trabalhando na inclusão e aceitação da diversidade dentro da empresa, criando uma força-tarefa e identificando organizações comunitárias para apoiar.

Em declaração publicada no Facebook, a empresa afirmou: “Vidas negras são importantes. As vidas negras são uma parte importante da família Gold’s Gym e da comunidade global do fitness. Nós sempre abrimos nossas portas para quem quer fazer parte da nossa família. Agora é a hora de abrir ainda mais nossos corações e mentes, e agir como uma marca para ajudar a estimular a mudança...”

 

Les Mills

Em um post no 1° de junho, a Less Mills escreveu: “Nossos valores estão além de estar em forma. Agora é hora de sermos corajosos como uma tribo contra qualquer tipo de racismo.”

 

Life Fitness

“A Life Fitness mantém-se forte e unida à sua comunidade. Somos contra o racismo e a discriminação”, escreveu a marca na legenda da imagem completamente preta no post do #BlackOutTuesday. “Juntos, todos podemos fazer parte da mudança. Ao dedicarmos tempo para ouvir e refletir, observaremos uma semana de silêncio em nossos canais das redes sociais para criar espaço e fazer essas vozes serem ouvidas.”

 

Planet Fitness

A Planet Fitness fez uma doação de $100.000 para o seu parceiro de longa data, Boys & Girls Clubs of America, de acordo com um comunicado divulgado em suas redes sociais.

“O racismo não tem lugar em nossa cultura”, afirmou a empresa. “A Zona Franca de Julgamento foi construída com a crença de que todos deveriam ser incluídos e celebrados, independentemente de raça, gênero, sexualidade ou religião. Estas não são apenas palavras. Essas são as nossas crenças que estamos empenhados em colocar em ação, e resistir com a comunidade negra.”

 

Precor

Em um post para o 1° de junho, a Precor escreveu: “Quando nossas comunidades estão sofrendo, é errado ignorá-las. Em solidariedade com aqueles que buscam mudanças e para que suas vozes sejam ouvidas, nossos canais sociais ficarão escuros esta semana. Ao reduzir um pouco do barulho, pretendemos fornecer espaço para essas vozes na esperança de que diálogos significativos ocorram.”

 

TRX

Em um post de 2 de junho, com uma imagem que dizia "Vejo você. Ouvimos você. Ficamos com você. Podemos e faremos mais". A TRX também declarou: "Na TRX, acreditamos em respeito, educação, igualdade e oportunidade para todos. Mas também reconhecemos que precisamos ouvir, aprender e fazer mais - e faremos - começando com uma doação de US$ 25.000 ao NAACP Legal Defesa e Fundo Educacional. Somos solidários com a Comunidade Negra. Vidas negras importam. "

 

Zumba

A Zumba escreveu esta mensagem para a comunidade Negra em um post de 1 de junho. "À nossa Comunidade Negra - nós vemos você. Estamos do seu lado. Nós machucamos você. Estamos trabalhando em maneiras de usar nossa plataforma para fazer a diferença e, para começar, estamos doando US$ 50.000 para o @NAACP. Usaremos nossa voz, avançaremos juntos. #BlackLivesMatter "

Gostou das ideias? Para conhecer mais posicionamentos de outras empresas do fitness, confira a matéria na íntegra em inglês clicando aqui.