By Mariana Pessoa • August 5, 2020

Academias estão reabrindo em diversas regiões do Brasil. O que muda no contexto pós-COVID?

Após mais de 100 dias de fechamento obrigatório, as academias do estado de São Paulo e de outras regiões do Brasil ganharam permissão do governo para reabrir. Entretanto, o processo está longe de ser natural para a maioria dos gestores: regras rigorosas de distanciamento e higienização do espaço estão sendo obrigatórias para a retomada das operações. 

 

A possibilidade de reabertura divide opiniões entre as diversas marcas do mercado brasileiro. Por um lado, muitas delas aguardavam o momento de voltar a funcionar com uma visão otimista, e já estão adaptando a sua operação a fim de que a experiência dos clientes seja a mais acolhedora possível. Por outro, uma série de redes optou por permanecer com as portas fechadas por enquanto, tendo em vista o aumento dos registros de COVID-19. 

 

Conversamos com alguns de nossos seguidores nas redes sociais, para entender o cenários nas diferentes regiões do Brasil. Sérgio Ferreira, que mora na cidade de Limeira - SP, disse que a região ainda encontra-se na fase vermelha, a mais restritiva do estado: “Estamos nos esforçando para manter nossos alunos ativos, porém, infelizmente muitos têm medo!”.

 

Para quem ainda está na dúvida sobre as exigências que o processo de reabertura pós-COVID-19 requer, explicamos aqui os principais pontos que os gestores precisam ter em vista! Confira: 

 

Distanciamento e capacidade máxima 

Por mais que a abertura seja permitida, todas as academias devem funcionar com apenas 30% da capacidade de alunos no espaço. Uma vez que o COVID-19 é transmitido por meio do contato com gotículas de mucosa do indivíduo contaminado, ainda não seria totalmente seguro permitir a possibilidade de contato direto entre os clientes. 

O mesmo vale para os equipamentos. A disponibilidade ideal é a de apenas metade dos aparelhos de cardio, como esteiras e bicicletas (estes também sujeitos à procedimentos de limpeza com o uso do nebulizador no mínimo duas vezes por dia). 

Por mais que o distanciamento seja regularizado, a regra para todos os estabelecimentos continua se aplicando às academias: é preciso medir a temperatura de todos na entrada de cada unidade, e quem quer que apresente sinais de febre deve ser orientado a voltar para casa. 

Além disso, entre todos os que estiverem dentro do espaço, o distanciamento mínimo que necessita ser mantido é de dois metros de distância uns dos outros. O ideal é que haja demarcações no espaço para limitar a proximidade entre os clientes. Deve-se também desligar os chuveiros. 

 

 

 

Higienização 

A necessidade de limpeza constante das mãos deve ser mantida rigorosamente. Borrifadores e panos para a limpeza de equipamentos devem ser disponibilizados ao alcance de todos, da mesma forma que totens de álcool em gel 70% em todos os ambientes e tapetes sanitizantes. 

Já que estão expostos à circulação de pessoas ao longo de todo o expediente, a equipe precisará de cuidados redobrados: a organização deve fornecer EPI’s e organizar o fechamento dos ambientes para limpeza geral entre duas e três vezes ao dia. 

Outro fator ao qual deve-se prestar atenção é o abafamento do espaço. Deixar sempre as janelas abertas e ar condicionado com renovação de ar são as medidas mais adequadas. 

 

Gestão dos programas 

De acordo com as últimas determinações do governo, as unidades devem funcionar pelo período de 6 horas e em horários alternados. Os órgãos sugerem que os treinos sejam agendados com antecedência de forma a permitir a organização da quantidade de pessoas dentro do local. Os gestores também são orientados a cancelarem as aulas em grupo. 

 

 

 

Uso de máscaras 

Mesmo em atividades que exigem maior cuidado com a respiração, o uso de máscaras (que é a medida de proteção mais efetiva) segue obrigatória. Trata-se de uma pequena atitude que protege tanto os demais clientes quanto os colaboradores de cada academia. 

 

As medidas a serem tomadas são muitas, porém, o importante é que a reabertura seja um processo gradativo. Muitas coisas vão mudar até que os negócios retornem ao fluxo normal. Para te ajudar, temos produzido massivamente conteúdos voltados à retomada da operação das academias. Que tal navegar pelo nosso blog e conferir as informações exclusivas?