By Mariana Pessoa • March 19, 2020

5 Formas de falar com seus clientes sobre Coronavírus

O coronavírus está preocupando todos, e seus clientes podem estar se perguntando se devem continuar com sua rotina de exercícios habitual. Para tranquiliza-los, você deve adotar uma postura adequada.

Afetando mais de 100 países até o momento, o novo coronavírus deixou sua primeira vítima fatal no Brasil nesta terça-feira (17). Sabendo da grande facilidade de contágio e tomadas pelo medo de contrair a doença, as pessoas precisam saber que os estabelecimentos que frequentam estão adotando as medidas necessárias, como até mesmo o fechamento.

Por isso, é necessário aderir a um posicionamento adequado nas redes sociais da marca, a fim de deixar clara a sua preocupação e cuidados que estão sendo tomados. Neste artigo, explicamos as cinco principais abordagens que você deve adotar para acalmar os seus clientes em meio a epidemia do COVID-19:

 

1.Assegure os clientes de que a saúde deles é a sua prioridade

Em tempos de crises afetam os negócios, é essencial lembrar que a missão da sua marca não é apenas lucrar, como também oferecer uma experiência positiva que impacte a vida das pessoas para melhor. Dentro do fitness, uma área diretamente relacionada ao bem-estar, a importância de relembrar o público de que sua saúde é a maior preocupação é latente.

Por isso, deixe claro em todas as peças da sua comunicação que todas as decisões são pensadas levando as necessidades do consumidor em consideração.

 

2. Explique as medidas que estão sendo tomadas para mantê-los seguros

Agora que você já protegeu a sua academia do vírus, e já está ligado nas demais dicas que disponibilizamos no blog da IHRSA, é hora de divulgar o que está sendo feito. Afinal, com os clientes evitando sair de casa, muitas academias acabaram por fechar, até mesmo pro recomendação das autoridades locais

Nas redes sociais, seja claro e transparente com seus consumidores. Explique porque as medidas foram tomadas e quais os prazos de suas ações.  

Além disso, é importante não esquecer de incluir os funcionários nesta divulgação. Que atividades educativas você está promovendo? Qual mudança nos treinamentos, mesmo em casa, eles são instruídos a fazer? Como você os mantém informados quanto às novas políticas de saúde?

 

3. Explicar como você vai comunicar as mudanças e novidades

Demonstre-se disponível para tirar dúvidas, e deixe claro quais redes você vai usar para comunicar as novidades do seu negócio. Seja o trabalho remoto dos colaboradores, as novas práticas nos treinos, novas políticas para quem está em quarentena, o que não se pode fazer é deixar as notícias passarem em branco. Para isso, existem diversos recursos: e-mail, mídias sociais, mensagens de texto, portais do site... Basta escolher qual deles concentra a maior parte do seu público.

 

4. Compartilhe as recomendações do ministério da saúde

Não só as novidades internas devem ser divulgadas, como também as novas orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS). Não esqueça do seu compromisso com a saúde da sociedade, que é ainda maior em tempos de epidemia.

 

5. Solicite que fiquem em casa se estiverem com os sintomas

Por último, nunca é demais bater na tecla da proteção. Relembre massivamente nos veículos de comunicação que quem manifestar os sintomas, por mais que se trate apenas de uma gripe comum, deve ficar em casa e se cuidar. Essa é uma atitude de responsabilidade perante os demais clientes e a sociedade, à medida em que evita a contaminação de pessoas que possuem um quadro de risco maior.